domingo, 26 de dezembro de 2010

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Receita de Ano Novo

clip_image002Para encerrar o ano de 2010, uma receita de Ano Novo dada pelo poeta Carlos Drummond:


Receita de Ano Novo
Para você ganhar belíssimo Ano Novo
clip_image004
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
clip_image006
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo

cochila e espera desde sempre.

BOAS FESTAS!

Créditos: Ana Maria Jadão Lira é professora do Ensino Fundamental na E.E. Ludovina Credidio Peixoto em São Paulo

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Boas Festas!

 

Mais um ano passou e muitas trocas foram feitas nesse espaço colaborativo. Que em 2011 novas trocas aconteçam sempre em busca de uma educação de qualidade.

Feliz Natal e um Ano Novo repleto de prosperidade, alegria e tranquilidade para curtir todas as conquistas

bota de natalDébora Martins

http://educacaolivreparapensar.blogspot.com

domingo, 12 de dezembro de 2010

John Cage – 4’33

Compartilho o vídeo 4’33 de John Cage. O estranhamento nos faz refletir sobre “coisas” que muitas vezes temos como “certezas incontestaveis.

sábado, 4 de dezembro de 2010

A importância do ato de ler - Paulo Freire

Como não podia ser diferente no livro A importância do ato de ler, Paulo Freire discute a temática leitura pensando e repensando sua própria prática.

Faça download e mergulhe nesta agradável leitura.

Aprendi a ler aos 65 anos e virei escritora

Nasci de novo quando aprendi a ler. Vivo melhor desde que me descobri entre os versos de Carlos Drummond de Andrade, a prosa de Clarice Lispector e José de Alencar. Até os 65 anos, eu era analfabeta – conheci as letras por necessidade de lutar pelo meu pedaço de chão. Cresci na terra indígena Guarani Piaçaguera, no litoral paulista, e herdei de meu avô um lote e muito serviço. Capinava a roça, plantava mandioca e milho. Aos 23 anos, fiquei viúva, sozinha com quatro filhos, e batalhei demais para sustentar a família e reconstruir minha vida. Com 34 anos, me casei outra vez. Meu marido me renovou e tivemos uma criança.

Em 2001, como estavam construindo um loteamento ao lado da minha casa, resolvi legalizar a propriedade que estava na família havia várias gerações. Fui trapaceada: pessoas sem escrúpulos me tomaram metade da área. Tudo porque não sabia ler e confiei em quem não deveria. Decidida a não ser passada para trás de novo, fui estudar. Descobrir que uma sílaba com outra fazia nascer as palavras parecia um sonho! Depois do ensino fundamental, terminei o segundo grau no curso de alfabetização para adultos e entrei na faculdade de pedagogia. Aí brotaram poemas e contos. Em 2007, escrevi o livro A Felicidade Está a sua Espera, sobre o prazer de vencer desafios. Mosaíco Caiçara é minha segunda obra, um resgate da cultura de meu povo. Ser autora é mais do que sonhei na vida. O terceiro livro está a caminho, mas não esqueci minha missão: continuo lutando para recuperar minhas terras na Justiça. A dignidade e a alegria eu já recuperei. Hoje eu escrevo meu destino, que é fazer mestrado e doutorado em educação. É como um dos meus poemas: “Meus olhos revelam minha liberdade. Agora Sei a verdade de mim mesma e sou feliz”.

arrow_right_green_48 Lydia Gonçalves descobriu as letras quando precisou lutar por justiça. Hoje aos 74 anos, cinco filhos, muitos netos e bisnetos, está se formando pedagoga, tem dois livros publicados e faz planos de entrar na pós-graduação.

Fonte: Revista Cláudia – nº 12 – Dezembro/2010

Atalho do Facebook

Sobre...

2013 5ª ENEX 5º ENEX 5º Fnex Acervo Revista Ciência Hoje Acessos Administração Municipal Adriana Falcão Amigo Animação Aprender a Aprender aprendizagem Araquém Alcântara Artes Assédio Moral Atividades Educativas Áudio autismo Avaliação Biblioteca Bicudas Bienal blog Blog do Sítio Boas Festas Brasília calvin Campus Party Cecília Meireles Celular Cenp Centro Educacional Pioneiro Charge Cidade dos Meninos Cidade Interativa Ciência e Tecnologia Colégio Caminhar Computador em sala de aula CONAE Concursos Conhecimento Conhecimentos Prévios Contação de Histórias Coordenador Pedagógico Cortinas Creative Commons Cultura Digital Currículo currículo nacional Cursos online Débora Martins Desenho Infantil Desenrolando a fita Deu Paula na TV Dica de Leitura Dicas Dicionário CC Direito Autoral Diversidade Documentário download Drive Thru de Oração e-book EAD eBooks ECA Editor de Imagem educação Educação e Formação Educação e Gripe Educação e Mudança Educação e Trabalho Educação e trabalho em equipe Educação Familiar Educação Inclusiva Educação Infantil Educação Inovadora Educação Pública EducaParty Elie Bajard Ensino de Tempo Integral Escola Escola da Ponte Escola de Governo Escola do Futuro Escola Pública Escola Reflexiva Estágio Facebook Família Feira Literária FENTEC Férias Férias;Material Escolar Fernando Pessoa Filmes Filosofia Folclore Formação Foto Flex Fotografia Fundação Lemann Gadotti Gestão Escolar google Guia da Reforma Ortográfica Helena Negreiros História da Escrita Honoris Causa Imagem Imagens Free Inclusão Inclusão Digital Índio Índio Educa Inquietações Intervenção Isabel Alarcão João Acaiabe jogo da memória Jogos Jogos do Brasil José Manuel Moran José Pacheco Leis Leitura Leitura Digital Leitura e Tecnologia Líder Liderança Líderes em Gestão Escolar Links listas de palavras Literatura livro digital livro virtual Livros livros acadêmicos lixo eletrônico Luciana Trocolli Lula Maria Helena Negreiros Marina Colasanti Matemática MEC Meio Ambiente migração do blog Minhas Anotações Monteiro Lobato Mundo do Sítio Museu Virtual Música O que é um wiki? Online Convert Open Education Week 2012 parceria Paulo Freire Paulo Freiris Pesquisa Pilar Lacerda Pinterest Pipal de Papel Planejamento PNE Poemas e Poesias Política Pública portfolio Prática Pedagógica Prezi Processo Criativo Professores Profissão Educador Progressão Continuada Project Gutenberg Projeto EntreMeios Projeto Político Pedagógico Projetos Prova Brasil REA REA Brasil Reajuste Salarial Rede In_Formação Redes Sociais Reflexão registro respeito Reunião com pais Revista Educação Pública Revista Época Revista Espírito Livre Rio+20 Roteiro de Vídeo Ruth de Aquino Saberes dos Alunos Sala de Aula Santo André Saresp Seminário Sérgio Amadeu SESC Simpósio Caminhar Site Situação de Aprendizagem Software Livre Tablets Tarsila do Amaral Tatiana Belinky Teatro Tecnologia Tecnologia;Lea Fagundes TEDxRio Tempo Tendências Pedagógicas Território do Brincar Trabalho Coletivo TV Escola Twitter Twitter Mix UNB Undime Unesp Uso da internet USP Vídeo Vìdeo Vídeo Educacional Vídeo Educacional; Voxli Webinar Wiki ZooBurst

Livres para pensar...

Pesquisar este blog

Siga o blog por e-mail

Quem sou eu

Minha foto
São Bernardo do Campo, São Paulo, Brazil
Professora, Pedagoga,Psicopedagoga, Mestranda em Educação, esposa, mãe,formadora de professores.

Eu participo....

Postagem Recente...