quarta-feira, 29 de junho de 2011

Dica de leitura: Romeu e Julieta


O livro de Ruth Rocha com ilustração de Mariana Massarani conta a história de borboletas que moravam em lugares onde todas as coisas eram separadas pela cores.
No livro Romeu e Julieta tudo é muito lindo para cheirar e ver, mas quem mora ali nem pode se conhecer!
Será a cor das asas de Romeu e Julieta vai mesmo separar essas crianças borboletas?
A história é uma boa leitura para discutirmos a diversidade e a inclusão de todos nos espaços de educação.
Fica a dica!
Débora Martins

terça-feira, 28 de junho de 2011

Projetos da Escola


A apresentação que segue é sobre Projetos na Escola e foi utilizado pela Equipe de Mediadores do Projeto EntreMeios  na formação de professores da Rede de São Bernardo do Campo.

CLIQUE AQUI para ler e assistir a apresentação.

sábado, 25 de junho de 2011

Dica de Teatro: “Contarolando”

“CONTAROLANDO”
Contando Histórias e Cantarolando Cirandas

         DSC00326                                                       

“Contarolando “ é um musical infantil que reuni cantigas e cirandas da nossa infância.

 

 

DSC00328

Essa é a versão comemorativa dos 10 anos do sucesso e é bem fiel a original guardando apenas surpresas cênicas de uma grande produção com mais artifícios para encantar as crianças e os adultos.

Sempre com muito humor e alegria, além das tradicionais histórias infantis, o grupo aborda conceitos importantes como convivência harmoniosa, higiene, respeito aos animais, responsabilidade com seus pertences e, sobretudo, certeza de que a nossa memória é o bem mais precioso que possuímos e que ela não está somente em objetos ou lembranças mas, principalmente, dentro dos nossos corações.

DSC00330

Teatro Frei Caneca

Sábados e Domingos – 16 horas

 

 

Vale a pena conferir.

Nós já conferimos e adoramos!

Ficha Técnica:
Texto : Carolina Loback
Direção: Frederico Reder
Diretor Assistente: Cleber Tolini
Elenco: Adriana Fonseca, Ana Saguia, Daniel Costa e Luiz Paccini
Swings: Diego Rosas e Vanessa Moraes
Direção Musical e Aranjos: Edu Capello
Produção Executiva: Mariana Reder
Produção Geral: Juliana Reder
Realização: Brainstorming Entretenimento

terça-feira, 21 de junho de 2011

Entrevista: Kátia Zavanella


Compartilho com todos a conversa com Kátia Zavanella[1] Diretora Pedagógica do Colégio Caminhar. Ela conta sobre o trabalho que realiza na escola, o V Simpósio de Alunos que acontecerá na próxima semana e partilha dicas para professores que gostariam de planejar um Simpósio com seus alunos.
clip_image002Comecei minha carreira na educação cursando o Magistério. Logo no 2º ano já comecei a trabalhar na Educação Infantil em pequenas escolas. Ao terminar o Magistério optei por fazer a licenciatura em Educação Física. Continuei lecionando como professora polivalente e dei algumas aulas em Academias e escolas. Certamente, por conta de minhas características pessoais sempre era chamada a assumir a coordenação de eventos e pequenos grupos nas escolas. Quando entrei no Colégio Caminhar eu era professora e aos poucos fui me envolvendo nos projetos e com o tempo recebi o convite para trabalhar na coordenação. Foi assim que complementei meus estudos com o curso de Pedagogia com ênfase em Administração Escolar e assumi a Direção Pedagógica do Colégio assim que me formei.
Ser responsável pela gestão pedagógica de um colégio é um grande desafio, afinal desenvolvemos o trabalho junto aos funcionários, professores, pais e alunos. Aqui no Caminhar conto com o apoio da Edilene que é a mantenedora e sempre está junto conosco no desenvolvimento dos projetos. Tenho também as coordenadoras que são responsáveis por todo trabalho da Educação Infantil. A nossa equipe de professores e funcionários é formada por profissionais muito comprometidos com a proposta da escola.
Quando entrei no Colégio Caminhar pude encontrar um caminho no qual me desenvolvi profissionalmente de acordo com minha concepção pessoal do que é “ensinar de verdade”. O meu trabalho dentro da escola baseia-se na preocupação em formar pessoas em todos os aspectos, não somente ricas em conteúdos escolares, mas acima de tudo pessoas que possam agir com autonomia, criticidade, e responsabilidade, que possam buscar seus próprios sonhos e interesses, respeitando os outros e o meio em que vivem. De fato educar não é uma tarefa fácil. Requer esforço e reflexão, capacidade de assumir erros e riscos. Em contrapartida nada se compara a satisfação que temos quando percebemos que os frutos de nosso trabalho podem ser colhidos e que os que passaram por nossas mãos são pessoas felizes.

clique aqui e confira a entrevista na íntegra. 


 

Licença Creative Commons
A obra Entrevista: Kátia Zavanella de Débora Martins foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em educacaolivreparapensar.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em educacaolivre@globo.com.

Para pensar…

 

Só denunciar não basta. É preciso anunciar. Anunciar as

soluções. Anunciar as saídas.Essas saídas geralmente não são

solitárias,são em cooperação. (Luiza Helena Christov)

domingo, 19 de junho de 2011

Mais do Mesmo

 

A Revista Época da semana publicou uma reportagem sobre “O ensino digital” onde é possível ler uma entrevista com Mark Weston, estrategista educacional da Dell.

Das cinco perguntas respondidas destaco:

Época: Como preparar os professores para essa mudança?

Weston: É preciso ter uma nova formação para os professores. No sistema atual, cada professor é responsável por desenvolver como dar cada conteúdo. Cada um pensa individualmente num esquema de fazer seu trabalho. Uma alternativa é criar um esquema coletivo que funcione para a escola toda, em que cada professor ajude a refinar os métodos do outro e se beneficie.

Fico pensando: não é esse encaminhamento que queremos para tudo na educação mesmo sem o uso da tecnologia? Não é esse o trabalho sugerido quando pensamos em organizar o trabalho pedagógico por projetos? Não é assim que desejamos que a educação caminhe desde a vinda do construtivismo?

É preciso cuidar.A tecnologia não vem acompanhada de uma varinha mágica e resolverá todos os problemas da educação. Os profissionais da educação que não discutem as boas situações de aprendizagens para os alunos terão uma possibilidade considerável de continuar não discutindo.

   A tecnologia precisa fazer parte do currículo da escola, pois nada adianta computadores e tudo que os acompanha, sem boas estratégias para o avanço dos alunos.

Seguimos conversando.

Débora Martins

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Fotografaço

 

Fotógrafos promovem fotografaço contra a exigência de autorização para fotografar nas ruas de Paranapiacaba.

Clique aqui  e fique por dentro da história.

 

Data: 19/06/2011

Horário: 12h

Local: Posto de Saúde Paranapiacaba

 

freeparana

Segue a lei publicada no site da Prefeitura de Santo André;

Autorização de fotos e filmagens em Paranapiacaba


Por se tratar de um patrimônio histórico, tombado em nível nacional, estadual e municipal, a Vila de Paranapiacaba exige, conforme o artigo 73 da Lei 9.018/2007, que os interessados em realização de filmagens e fotos no local obtenham autorização prévia. Esta autorização é expedida pela Gerência de Projetos da Secretaria de Gestão de Recursos Naturais de Paranapiacaba. O prazo mínimo de solicitação é de uma semana.
No caso de as fotos e imagens terem destinação comercial, publicitário ou jornalístico é necessário ainda recolher uma taxa, a título de uso de imagem. Todos os recursos arrecadados com esta taxa são destinados ao Fundo de Gestão do Patrimônio Histórico de Paranapiacaba, sendo destinados exclusivamente para a manutenção e restauro de imóveis da Vila.
Para mais informações sobre a autorização, os interessados devem entrar em contato com a Gerência de Projetos através do telefone 11 4439-1315 ou dos endereços eletrônicos cgcamargo@santoandre.sp.gov.br e vmmoreira@santoandre.sp.gov.br.
Abaixo o conteúdo da lei 9.010/2007
Lei 9.018/ 2007
CAPÍTULO II
DO USO DA IMAGEM DA VILA DE PARANAPIACABA
Art. 73. As filmagens, fotografias e outras formas de exploração de imagem referente à paisagem cultural na área da Zona Especial de Interesse do Patrimônio de Paranapiacaba, para fins comerciais, publicitários ou jornalísticos,
serão permitidas mediante:
I - autorização emitida pela Prefeitura de Santo André, com assinatura do respectivo Termo de Compromisso;
II - doação de quatro exemplares do produto publicitário gerado, à Prefeitura de Santo André, nos quais deverão conter informações referentes à Vila de Paranapiacaba;
III - pagamento da respectiva taxa.
Parágrafo único. Para uso institucional, cultural ou artístico não será cobrada a taxa prevista no inciso III deste artigo


Fonte: http://www2.santoandre.sp.gov.br/page/5621/49 acessado em 16/06/2011 às 23:49

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Remix e Autoria–Pedro Demo

 

A internet veio para ficar, certamente. Melhor que reclamar, é saber usar bem. Para muitos professores a internet continua sendo grande dor de cabeça, seja porque os alunos copiam tudo aí, seja porque eles se contentam com textos superficiais ou insignificantes, seja porque se aproveitam de contatos virtuais para fazer em grupo o que deveriam fazer sozinhos... No entanto, existe o lado positivo: pode-se pesquisar na internet, usando-a como repositório de materiais pertinentes, desde que se saiba procurar e manusear; pode-se buscar informação exigida, por vezes em ambientes de grande abundância e alternativas; podem-se cultivar textos multimodais (mesclando texto impresso com imagem, som e animação). O olhar crítico é imprescindível, porque educador não poderia abdicar disso, em hipótese alguma. É decisivo, porém, educar o aluno para o bom uso da internet.

CLIQUE AQUI para baixar

13/06/2011 - Remix18-Manuseio crítico de internet

domingo, 12 de junho de 2011

Redes Sociais na Escola


Falamos tanto em propiciar uma educação com autonomia aos alunos, que eles precisam utilizar a TIC com responsabilidade e sempre que leio algo sobre as redes sociais, observo que temos um longo percurso pela frente. É muito melhor levá-las para sala de aula como nossas aliadas, do que proibir o uso ou algo do gênero. Penso que as redes sociais potencializam a aprendizagem e assim, como qualquer outra ferramenta, dependerá da mediação do professor.
Propor um trabalho trabalho com os alunos sobre como poderíamos utilizar as redes sociais na escola e fora dela também é o “caminho das pedras.”  Fazer uma discussão com os alunos: Como poderíamos utilizar as redes sociais? O poderemos postar? Quais combinados teremos? É possível postar tudo? Como podemos continuar discutindo os conteúdos propostos em sala nas redes sociais? Como poderíamos realizar os trabalhos propostos em sala? Enfim, os alunos precisam refletir  como sujeito do processo.
Mas também tenho clareza, que as redes sociais ainda são "tabus" nos espaços de educação formal e precisam ser discutidas como parte do currículo por todos os envolvidos.
Seguimos conversando.


sábado, 11 de junho de 2011

Crise de imagem nas redes sociais

 

Compartilho indicação de Bruna Damas: trabalho realizado pelo 5° semestre de Relações Públicas da Universidade Metodista de São Paulo.
O vídeo foi produzido pela Produtora Criare (união das Agências Cer e Vision), abordando as crises de imagem as quais uma organização está sujeita e que podem, inclusive, ser amplamente divulgadas nas redes sociais, aumentando exponencialmente o problema.

 
Crises de Imagens nas Redes Sociais via@brudamas

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Vídeos–Turma 32

Compartilho os vídeos produzidos pelas professoras da Turma 32 do Projeto EntreMeios que é uma parceira entre a Escola do Futuro da USP e a Prefeitura de São Bernardo do Campo.

Um dos objetivos da formação presencial de professores é que apropriem-se das tecnologias de infomação e comunicação em seu cotidiano e também em suas práticas pedagógicas.

A formação aconteceu em maio de 2011 na EMEB Edson Danillo Dotto com Mediação Pedagógica de Débora Martins e Orientação Tecnológica de Bruno Paduin.

Romero Britto

Formação Presencial–EntreMeios–Escola do Futuro–USP e Prefeitura de São Bernardo do Campo-Sp

Família e Escola

Formação Presencial–Projeto EntreMeios–Escola do Futuro e Prefeitura de São Bernardo do Campo-SP

Qualidade de Vida

Formação Presencial–Projeto EntreMeios–Escola do Futuro e Prefeitura de São Bernardo do Campo-SP

Projeto Água

Formação Presencial–Projeto EntreMeios–Escola do Futuro e Prefeitura de São Bernardo do Campo-SP

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Sabedoria Popular

O trânsito de São Paulo é complicado e creio que não é novidade para muitos. Se você tem um compromisso às 10 horas é necessário sair de casa às 8 horas para garantir o horário. É o que faço de São Bernardo do Campo à Pinheiros, por exemplo.
Hoje estava atrasada, surgiu um caminhão imenso e “tive” que dar passagem: ele era bem maior que o meu carro e preferi prevenir. Para minha surpresa, os dizeres que acompanhavam aquele meio de transporte abrandou a pressa,mas não o meu horário de chegar (esse é inerente a minha vontade):

sabedoria popular
PACIÊNCIA REQUER MUITA PRÁTICA


E vale lembrar que dispositivos moveis são uteis mesmo no trânsito.

terça-feira, 7 de junho de 2011

Projeto kelix-Kit Escola Livre

 

Assisti no Programa “O mundo da leitura uma entrevista sobre o Projeto Kelix. Achei interessante principalmente por propiciar o uso do software gratuito. Segue breve histórico:

O projeto Kelix (Kit Escola Livre) consiste na organização de uma coletânea de softwares gratuitos, principalmente educacionais, desenvolvidos sob a licença GPL (GNU Public License), reunidas em uma distribuição Linux, a ser disponibilizado para ser utilizado em iniciativas de informática educativa e inclusão digital, na busca de facilitar e disponibilizar o acesso à tecnologias educacionais e inclusivas nas escolas, telecentros e laboratórios relacionados, proporcionando o uso da informática como aliada ao processo educacional e de libertação tecnológica, permitindo aos indivíduos excluídos digitalmente o acesso a instrumentos que possam tornar a iniciação à estas tecnologias mais atrativa e produtiva.

O Projeto Kelix foi oriundo do projeto de extensão Software Livre e da experiência junto ao projeto Mutirão pela Inclusão Digital da Universidade de Passo Fundo na busca de uma solução tecnológica livre para atender a demanda de software educacional e de apoio à formação de cidadãos críticos, produtores de conhecimento e criativos. Durante o percurso destes projetos constatou-se a necessidade de softwares direcionados ao cunho educacional, com ferramentas "livres e pela liberdade".

Para saber mais: Kelix

Sobre Projetos…

 

Já sugeri por aqui a leitura do livro Tecnologias e currículo: trajetórias convergentes ou divergentes?  e hoje aproveito para compartilhar um trecho interessante para a reflexão sobre Projetos:

 

"O desenvolvimento do projeto serve como pano de fundo para o aluno realizar atividades e explicitar seus conhecimentos, criando situações concretas e oportunidades para o aluno "aplicar conteúdos", e não "ser ensinados sobre conteúdos". É uma maneira de contextualizar o processo de uso do conhecimento e propiciar ao aprendiz a chance de poder atribuir significado ao conceito que está sendo trabalhado, além de criar oportunidades para desenvolver habilidades sobre como resolver problemas, sobre estratégias, criatividade, pensamento crítico, trabalho em grupo, cooperação com outros colegas e com especialistas. (p.73)

segunda-feira, 6 de junho de 2011

PROGRAMA DE RÁDIO POVINHO DE KETU

As afracanidades brasileiras mais perto de você através de uma série de 6 programas que forma e informa.

O Programa de Rádio Povinho do Ketu  conta com os seguintes patrocínios: Petrobrás, ARPUB, Lei de Incentivo à Cultura e Ministério da Cultura

Ouça os programas:


PROGRAMA 01

PROGRAMA 02
PROGRAMA 03
PROGRAMA 04
PROGRAMA 05
PROGRAMA 06

Apoio: Secretaria de Cultura de Diadema, Secretaria de Educação de Diadema, Rádio Scratch, Capoeira Angola No Fio da Navalhoa, Luzir, Balaco, Mazza Edições, Carla Zulu Produções, Zulu Nation Brasil, Amélia Cardoso Produções, Gi-Oliveira Artes Gráphicas, Casa de Umbanda Zezinho Baiano, Manaxica Produções, Straube Produções Musicais e Conecta Print.
Realização: Zulu Nation Brasil, Kiusam Produções.
Contato: povinhodeketu@gmail.com
Ficha Técnica:
Criação e Direção Geral: Kiusam de Oliveira
Direção Musical: William Paiva
Música Tema: Kiusam de Oliveira (letra) William Paiva (arranjo)
Cantores Convidados: Amélia Cardoso, Sapopemba e William Paiva
Coral Infantil Straube Produções Musicais: Gabriel Loiola Pereira, Lais Helen do Nascimento, Leandro Sagásio do Nascimento, Maria Rita Piveta Fujimori, Raquel Zaia, Vctoria Nunes de Barros, Vitor Daishi Ito, Vivian Lena Ito
Roteiro: Antonio Franco e Kiusam de Oliveira
Cenário: Rose Vilhen
Técnico de Som e Sonoplastia: DJ Big Edy
Pesquisadora das Brincadeiras Afro-Brasileiras: Marina Duarte
Técnica de Programação: Mônica Martins do Nascimento
Fotógrafo: Mauro Pedroso
Ilustrador: Josias Marinho
Secretária: Elisabeth Gimenez
Locução: Carla Zulu e DJ Big Edy
Bate-Papo: Babalorixá Rogério de Oxum, Egbomi Kiusam d'Oxóssi, Rosimeire Mantovan, Matilde Ribeiro, Mislene Pereira, Glória de Jesus Lima e Iyalorixá Emília d'Oyá. Entrevistadora: Kiusam de Oliveira
Ciranda da Vida: Aprenda Brincando: Aisha Dandara Alves da Silva, Ana Luiza Correia e Silva, Carla Zulu, Iasmin de Oliveira Piceli, Kayo Odê de Oliveira, Kiusam de Oliveira, Nídia Zampieri Correia , Victoria Alves da Silva. Textos: Kiusam de Oliveira
Censurados:Segredos Revelados-Professoras Glória de Jesus Lima e Mislene Pereira
Instrumentos de Capoeira: Contramestre Cenora
Histórias recontados do livro "Omo-Oba: Histórias de Princesas", de Kiusam de Oliveira
Trilha Musical da Programação: Tecnomacumba, de Rita Ribeiro; Soul Nego, de Marcello Santos (Caravana Cultural); Kalimba, de Décio Gioielli; Capoeira Angola No Fio da Navalha, do contramestre Cenorinha; Coletânia Pró-Haiti e Banda Giramundo
Recursos Gráficos: Studio Gi-Oliveira AQrtes Gráphicas
Realização: Zulu Nation Brasil
Produção: Kiusam Produção

sábado, 4 de junho de 2011

Saiba como programar seus tuítes

Testei e Gostei. Fica a dica.

Abraços,

Débora Martins


 

Saiba como programar seus tuítes

DE SÃO PAULO

Se tuitar faz parte das suas atividades diárias, é bem provável que em algumas situações você não possa fazer uma publicação, já que não tem acesso a internet. Uma das maneiras de resolver esse problema é usando programas como o Twuffer.

O serviço permite que você, por exemplo, programe alguns tuítes para cumprimentar um aniversário ou fazer um anuncio semanal em um determinado horário. Outra situação boa para uso é quando você pretende falar com pessoas que acessam o Twitter em horários que não são compatíveis com o seu.

O funcionamento do serviço é muito simples. Acesse o site e informe suas credenciais do Twitter. Nos campos apropriados digite o texto do tuite e escolha a data e horário que ele será enviado.


José Antonio Ramalho é escritor, jornalista e fotógrafo. Publicou 108 livros sobre tecnologia, mitologia grega e fotografia, traduzidos para o inglês, espanhol, polonês, indonésio e chinês. Ganhou dois prêmios de jornalismo técnico. Twitter @joseramalho


Endereço da página:

http://www1.folha.uol.com.br/colunas/canalaberto/924994-saiba-como-programar-seus-tuites.shtml


Links no texto:

site
http://twuffer.com/

@joseramalho
http://www.twitter.com/joseramalho

canalaberto@uol.com.br
mailto:canalaberto@uol.com.br

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Voxli

 

Ontem participei do chat no Educare do Curso Pesquisa na Internet: o papel do professor e utilizamos o Voxli. É uma ferramenta interessante mas que não é possível salvar a conversa.

Vale a pena experimentar!

voxli_Educarede

Atalho do Facebook

Sobre...

2013 5ª ENEX 5º ENEX 5º Fnex Acervo Revista Ciência Hoje Acessos Administração Municipal Adriana Falcão Amigo Animação Aprender a Aprender aprendizagem Araquém Alcântara Artes Assédio Moral Atividades Educativas Áudio autismo Avaliação Biblioteca Bicudas Bienal blog Blog do Sítio Boas Festas Brasília calvin Campus Party Cecília Meireles Celular Cenp Centro Educacional Pioneiro Charge Cidade dos Meninos Cidade Interativa Ciência e Tecnologia Colégio Caminhar Computador em sala de aula CONAE Concursos Conhecimento Conhecimentos Prévios Contação de Histórias Coordenador Pedagógico Cortinas Creative Commons Cultura Digital Currículo currículo nacional Cursos online Débora Martins Desenho Infantil Desenrolando a fita Deu Paula na TV Dica de Leitura Dicas Dicionário CC Direito Autoral Diversidade Documentário download Drive Thru de Oração e-book EAD eBooks ECA Editor de Imagem educação Educação e Formação Educação e Gripe Educação e Mudança Educação e Trabalho Educação e trabalho em equipe Educação Familiar Educação Inclusiva Educação Infantil Educação Inovadora Educação Pública EducaParty Elie Bajard Ensino de Tempo Integral Escola Escola da Ponte Escola de Governo Escola do Futuro Escola Pública Escola Reflexiva Estágio Facebook Família Feira Literária FENTEC Férias Férias;Material Escolar Fernando Pessoa Filmes Filosofia Folclore Formação Foto Flex Fotografia Fundação Lemann Gadotti Gestão Escolar google Guia da Reforma Ortográfica Helena Negreiros História da Escrita Honoris Causa Imagem Imagens Free Inclusão Inclusão Digital Índio Índio Educa Inquietações Intervenção Isabel Alarcão João Acaiabe jogo da memória Jogos Jogos do Brasil José Manuel Moran José Pacheco Leis Leitura Leitura Digital Leitura e Tecnologia Líder Liderança Líderes em Gestão Escolar Links listas de palavras Literatura livro digital livro virtual Livros livros acadêmicos lixo eletrônico Luciana Trocolli Lula Maria Helena Negreiros Marina Colasanti Matemática MEC Meio Ambiente migração do blog Minhas Anotações Monteiro Lobato Mundo do Sítio Museu Virtual Música O que é um wiki? Online Convert Open Education Week 2012 parceria Paulo Freire Paulo Freiris Pesquisa Pilar Lacerda Pinterest Pipal de Papel Planejamento PNE Poemas e Poesias Política Pública portfolio Prática Pedagógica Prezi Processo Criativo Professores Profissão Educador Progressão Continuada Project Gutenberg Projeto EntreMeios Projeto Político Pedagógico Projetos Prova Brasil REA REA Brasil Reajuste Salarial Rede In_Formação Redes Sociais Reflexão registro respeito Reunião com pais Revista Educação Pública Revista Época Revista Espírito Livre Rio+20 Roteiro de Vídeo Ruth de Aquino Saberes dos Alunos Sala de Aula Santo André Saresp Seminário Sérgio Amadeu SESC Simpósio Caminhar Site Situação de Aprendizagem Software Livre Tablets Tarsila do Amaral Tatiana Belinky Teatro Tecnologia Tecnologia;Lea Fagundes TEDxRio Tempo Tendências Pedagógicas Território do Brincar Trabalho Coletivo TV Escola Twitter Twitter Mix UNB Undime Unesp Uso da internet USP Vídeo Vìdeo Vídeo Educacional Vídeo Educacional; Voxli Webinar Wiki ZooBurst

Livres para pensar...

Pesquisar este blog

Siga o blog por e-mail

Quem sou eu

Minha foto
São Bernardo do Campo, São Paulo, Brazil
Professora, Pedagoga,Psicopedagoga, Mestranda em Educação, esposa, mãe,formadora de professores.

Eu participo....

Postagem Recente...